Acesse os Certificados do evento!

Trabalhos Aprovados

Lúpus induzido por drogas: relato de um caso atípico e grave.



Autor(es): Pegoretti ML; Bella Cruz C; Molinari JV; Mello FM;
Apresentador(a): Mateus Lucas Pegoretti

INTRODUÇÃO: O lúpus induzido por drogas (LID) é incomum e, em geral, as manifestações são leves de caráter cutâneo-articular. Comumente, o fator antinúcleo (FAN) é positivo, com padrão nuclear homogêneo, no entanto, manifestações graves são raras.
OBJETIVOS: Relatar LID atípico grave, de sintomatologia progressiva, acometimento renal e sistêmico.
CASO: Paciente feminina, 46 anos, nega alergias prévias, apresenta poliartralgia há 6 meses. Devido piora do quadro, consultou-se com reumatologista, o qual solicitou exames laboratoriais e prescreveu Pregabalina. Em retorno, sem melhoras e apresentando lesões de pele, dobrou-se a dose da Pregabalina e associou-se a Diacereína. Um dia após ajuste, procura hospital devido a edema facial, sendo tratada como alergia e recebendo alta. Desde então, teve queda do estado geral, manutenção do edema facial, inapetência, febre e exacerbação das lesões cutâneas, procurando pronto atendimento. Aos exames laboratoriais prévios, destacam-se proteína C reativa (PCR) e FAN não reagentes. Ao exame físico: regular estado geral, febril (38,5 ºC), membros inferiores edemaciados (2+/4+), hiperemia conjuntival e lesões hiperemiadas em mãos e pernas.
Iniciado antibioticoterapia devido suspeita de endocardite bacteriana e solicitado ecocardiografia transtorácica (ECTT) e exames laboratoriais gerais. Os quais demostraram: discreto derrame pericárdico; Leucograma: linfopenia (599/mm³), granulócitos imaturos (120/mm³) e monocitopenia (120/mm³); Urinálise: proteinúria (30 mg/dl), hematúria (18.000/mL), hemoglobinúria (3+); Urocultura e hemocultura negativas; Ácido úrico 7,5 mg/dL; Creatinina 1,54 mg/dL; Ureia 110 mg/dL; LDH 611 U/L; PCR 69,3 mg/dL; VHS 40 mm/h;
Devido a manutenção dos sintomas, suspeitou-se da hipótese de LID, solicitando novos exames laboratoriais, os quais destacaram-se: FAN superior a 1/640, nuclear homogêneo, anti placa metafásica cromossômica, antinúcleo reagente e anti-DNA reagente (1/160). Proteinúria de 24 h de 1020 mg/24 h. Desse modo, fechou-se diagnóstico e, devido gravidade, prescreveu-se pulsoterapia com Metilprednisolona, 500 mg/dia por 3 dias, com resolução do quadro.
CONCLUSÕES: Ressalta-se a relevância do caso, devido a gravidade, permanência do quadro cutâneo articular e acometimento sistêmico e renal. Assim, demonstra-se a importância da suspeita clínica, mesmo perante ausência inicial de marcadores laboratoriais e a atípica gravidade do caso de LID, para se obter diagnóstico e tratamento corretos.


Palavras-chave: Lúpus induzido por drogas; LID; LES

[voltar]

Trabalhos Científicos

Veja aqui os trabalhos aprovados.

SAIBA MAIS

Programação Científica

Consulte a programação completa.

SAIBA MAIS