Trabalhos Aprovados

Lúpus induzido por drogas: relato de um caso atípico e grave.



Autor(es): Pegoretti ML; Bella Cruz C; Molinari JV; Mello FM;
Apresentador(a): Mateus Lucas Pegoretti

INTRODUÇÃO: O lúpus induzido por drogas (LID) é incomum e, em geral, as manifestações são leves de caráter cutâneo-articular. Comumente, o fator antinúcleo (FAN) é positivo, com padrão nuclear homogêneo, no entanto, manifestações graves são raras.
OBJETIVOS: Relatar LID atípico grave, de sintomatologia progressiva, acometimento renal e sistêmico.
CASO: Paciente feminina, 46 anos, nega alergias prévias, apresenta poliartralgia há 6 meses. Devido piora do quadro, consultou-se com reumatologista, o qual solicitou exames laboratoriais e prescreveu Pregabalina. Em retorno, sem melhoras e apresentando lesões de pele, dobrou-se a dose da Pregabalina e associou-se a Diacereína. Um dia após ajuste, procura hospital devido a edema facial, sendo tratada como alergia e recebendo alta. Desde então, teve queda do estado geral, manutenção do edema facial, inapetência, febre e exacerbação das lesões cutâneas, procurando pronto atendimento. Aos exames laboratoriais prévios, destacam-se proteína C reativa (PCR) e FAN não reagentes. Ao exame físico: regular estado geral, febril (38,5 ºC), membros inferiores edemaciados (2+/4+), hiperemia conjuntival e lesões hiperemiadas em mãos e pernas.
Iniciado antibioticoterapia devido suspeita de endocardite bacteriana e solicitado ecocardiografia transtorácica (ECTT) e exames laboratoriais gerais. Os quais demostraram: discreto derrame pericárdico; Leucograma: linfopenia (599/mm³), granulócitos imaturos (120/mm³) e monocitopenia (120/mm³); Urinálise: proteinúria (30 mg/dl), hematúria (18.000/mL), hemoglobinúria (3+); Urocultura e hemocultura negativas; Ácido úrico 7,5 mg/dL; Creatinina 1,54 mg/dL; Ureia 110 mg/dL; LDH 611 U/L; PCR 69,3 mg/dL; VHS 40 mm/h;
Devido a manutenção dos sintomas, suspeitou-se da hipótese de LID, solicitando novos exames laboratoriais, os quais destacaram-se: FAN superior a 1/640, nuclear homogêneo, anti placa metafásica cromossômica, antinúcleo reagente e anti-DNA reagente (1/160). Proteinúria de 24 h de 1020 mg/24 h. Desse modo, fechou-se diagnóstico e, devido gravidade, prescreveu-se pulsoterapia com Metilprednisolona, 500 mg/dia por 3 dias, com resolução do quadro.
CONCLUSÕES: Ressalta-se a relevância do caso, devido a gravidade, permanência do quadro cutâneo articular e acometimento sistêmico e renal. Assim, demonstra-se a importância da suspeita clínica, mesmo perante ausência inicial de marcadores laboratoriais e a atípica gravidade do caso de LID, para se obter diagnóstico e tratamento corretos.


Palavras-chave: Lúpus induzido por drogas; LID; LES

[voltar]

Fique atento
às datas principais


12

AGOSTO

2020

Terceiro vencimento para inscrições com desconto! Aproveite!

20

AGOSTO

2020

Restam12 dias para que você envie seu resumo!

Trabalhos Científicos

Veja aqui os trabalhos
aprovados.

SAIBA MAIS

Programação Científica

Consulte a programação completa das palestras e cursos disponíveis.

SAIBA MAIS