Acesse os Certificados do evento!

Trabalhos Aprovados

TIPIC SÍNDROME: SÉRIE DE CASOS E REVISÃO DA LITERATURA



Autor(es): Angelieri DR; Freire ETH; Stacchini, TPSS; Costa, MD; Cunha, MCVL; Parmigiani L; Torres TM; Meyer VG; Freire CAR; Freire MTH;
Apresentador(a): Mônica Duarte Costa

INTRODUÇÃO
A Síndrome de Fay ou TIPIC síndrome(TS)=Transient Perivascular Inflammation of the Carotid Artery, foi descrita em 1927 por Thomas Fay, caracterizada como dor e aumento de sensibilidade ao nível da bifurcação da carótida. Em especial na última década,pela evolução das técnicas de diagnóstico por imagem,vem sendo publicados casos que reforçam a existência da síndrome.
Relatamos 3 casos de TS encaminhados para reumatologista
Revisamos literatura, encontrando 125 publicações relacionadas.
DESCRIÇÃO DOS CASOS
1: SMML,masc,bco,46a médico. Nov/2017, dor,desconforto em território de carótida esquerda, 10 dias após quadro viral. Na avaliação por imagem, mostrou espessamento superior a 50% do complexo médio-intimal em artéria carótida comum esquerda e discreto espessamento na parede anterior do bulbo carotídeo esquerdo, sem alterações hemodinâmicas. VHS=12/PCR=<0,01. Tratado com AINE, baixa resposta e a seguir com prednisona 20mg/dia por 7 dias , com total regressão do quadro. Em junho/2019 apresentou novo quadro, com mesmas características clínicas e laboratoriais, também após quadro viral, porém no estudo de imagem verificou-se quadro inflamatório menos acentuado com espessamento fusiforme segmentar miointimal no terço médio da artéria carótida comum esquerda (0,11 a 0,22cm) e bulbo carotídeo esquerdo (0,14). Tratado com 20 mg/diag com regressão do quadro.
2: CRRA, fem, bca, 40a, bancaria. Set/2019 6 dias com dor + aumento de volume em fac lateral esquerda de pescoço. ITU tratada há 20 dias. VHS=49/PCR=14 AngioTC=espessamento de carótida comum, segmento distal esquerdo, carótida interna e bifurcação. Toda investigação para Vasculites Primárias foi negativa. Tratada com prednisona 20mg/dia, com regressão do quadro.
3: CMG, fem, bca, 40a. Jun/2019 com carotidínea. VHS27/PCR0,1. ANGIOTC: espessamento parietal posterior e medial na porção distal da carótida comum direita, adjacente ao bulbo carotídeo, sem estenose significativa. Toda investigação para Vasculites Primárias foi negativa. Teve melhora significativa com a Prednisona 40 mg, fazendo desmame posteriormente.
CONCLUSÃO
TS é importante para o reumatologista no diagnóstico diferencial das Vasculites Primárias, em especial as Isoladas, pois parece ser mais freqüente do que até agora considerado. É uma doença subdiagnosticada, até pelos questionamentos e dúvidas que envolvem sua própria existência. Só relatos e estudos mais freqüentes permitirão seu melhor entendimento e caracterização.


Palavras-chave: TIPIC Síndrome; Carotidínea; Vasculites

[voltar]

Trabalhos Científicos

Veja aqui os trabalhos aprovados.

SAIBA MAIS

Programação Científica

Consulte a programação completa.

SAIBA MAIS