Trabalhos Aprovados

TIPIC SÍNDROME: SÉRIE DE CASOS E REVISÃO DA LITERATURA



Autor(es): Angelieri DR; Freire ETH; Stacchini, TPSS; Costa, MD; Cunha, MCVL; Parmigiani L; Torres TM; Meyer VG; Freire CAR; Freire MTH;
Apresentador(a): Mônica Duarte Costa

INTRODUÇÃO
A Síndrome de Fay ou TIPIC síndrome(TS)=Transient Perivascular Inflammation of the Carotid Artery, foi descrita em 1927 por Thomas Fay, caracterizada como dor e aumento de sensibilidade ao nível da bifurcação da carótida. Em especial na última década,pela evolução das técnicas de diagnóstico por imagem,vem sendo publicados casos que reforçam a existência da síndrome.
Relatamos 3 casos de TS encaminhados para reumatologista
Revisamos literatura, encontrando 125 publicações relacionadas.
DESCRIÇÃO DOS CASOS
1: SMML,masc,bco,46a médico. Nov/2017, dor,desconforto em território de carótida esquerda, 10 dias após quadro viral. Na avaliação por imagem, mostrou espessamento superior a 50% do complexo médio-intimal em artéria carótida comum esquerda e discreto espessamento na parede anterior do bulbo carotídeo esquerdo, sem alterações hemodinâmicas. VHS=12/PCR=<0,01. Tratado com AINE, baixa resposta e a seguir com prednisona 20mg/dia por 7 dias , com total regressão do quadro. Em junho/2019 apresentou novo quadro, com mesmas características clínicas e laboratoriais, também após quadro viral, porém no estudo de imagem verificou-se quadro inflamatório menos acentuado com espessamento fusiforme segmentar miointimal no terço médio da artéria carótida comum esquerda (0,11 a 0,22cm) e bulbo carotídeo esquerdo (0,14). Tratado com 20 mg/diag com regressão do quadro.
2: CRRA, fem, bca, 40a, bancaria. Set/2019 6 dias com dor + aumento de volume em fac lateral esquerda de pescoço. ITU tratada há 20 dias. VHS=49/PCR=14 AngioTC=espessamento de carótida comum, segmento distal esquerdo, carótida interna e bifurcação. Toda investigação para Vasculites Primárias foi negativa. Tratada com prednisona 20mg/dia, com regressão do quadro.
3: CMG, fem, bca, 40a. Jun/2019 com carotidínea. VHS27/PCR0,1. ANGIOTC: espessamento parietal posterior e medial na porção distal da carótida comum direita, adjacente ao bulbo carotídeo, sem estenose significativa. Toda investigação para Vasculites Primárias foi negativa. Teve melhora significativa com a Prednisona 40 mg, fazendo desmame posteriormente.
CONCLUSÃO
TS é importante para o reumatologista no diagnóstico diferencial das Vasculites Primárias, em especial as Isoladas, pois parece ser mais freqüente do que até agora considerado. É uma doença subdiagnosticada, até pelos questionamentos e dúvidas que envolvem sua própria existência. Só relatos e estudos mais freqüentes permitirão seu melhor entendimento e caracterização.


Palavras-chave: TIPIC Síndrome; Carotidínea; Vasculites

[voltar]

Fique atento
às datas principais


12

AGOSTO

2020

Terceiro vencimento para inscrições com desconto! Aproveite!

20

AGOSTO

2020

Restam11 dias para que você envie seu resumo!

Trabalhos Científicos

Veja aqui os trabalhos
aprovados.

SAIBA MAIS

Programação Científica

Consulte a programação completa das palestras e cursos disponíveis.

SAIBA MAIS